Entretenimento

Enredo da Escola de Samba Imperatriz Leopoldinense 2017 – Letra

O enredo da escola de samba Imperatriz Leopoldinense já foi divulgado pela  organização da escola, uma música linda que sem dúvidas vai mexer com sua emoção, se  você quer aprender a letra completa nós deixamos ela disponível logo abaixo,  estar com a letra na ponta da língua garante  um canto forte e fugaz. Confira!

Grêmio Recreativo Escola de Samba Imperatriz Leopoldinense ou apenas Imperatriz Leopoldinense, é  umas favoritas escolas de samba  do estado do Rio de Janeiro,  ela foi fundada no dia 06 de março de 1959, pelo farmacêutico Amaury Jório, a escola foi desenvolvida junto de sambistas  remanescentes, e  sempre  fez parte do coração  dos cariocas e brasileiros em geral, ela recebeu este nome  lindo porque  faz referencia a estrada de Ferro Leopoldina que cortava o bairro de Ramos.  O atual presente da Imperatriz Leopoldinense é o grande  Luiz Pacheco Drumond,  ela será a  3° a desfilar no domingo 26 de janeiro de  2017,  por volta das 0h30.

Está escola é uma das favoritas muitos dizem que ela vai ganhar o carnaval 2017,  por  conter  um samba enredo maravilhoso e ainda possuir um público que veste a camisa,  se você faz parte do quadro de pessoas que ama a imperatriz, aprenda logo abaixo o samba enredo 2017, que faz uma homenagem incrível para mãe natureza.

Enredo da Escola de Samba Imperatriz Leopoldinense 2017

Letra  do Enredo Imperatriz Leopoldinense 2017

Xingu, O Clamor Que Vem da Floresta (Samba-Enredo 2017)

 Brilhou a coroa na luz do luar!

Nos troncos a eternidade a reza e a magia do pajé!

Na aldeia com flautas e maracás

Kuarup é festa, louvor em rituais

Na floresta, harmonia, a vida a brotar

Sinfonia de cores e cantos no ar

O paraíso fez aqui o seu lugar

Jardim sagrado, o caraíba descobriu

Sangra o coração do meu Brasil

O belo monstro rouba as terras dos seus filhos

Devora as matas e seca os rios

Tanta riqueza que a cobiça destruiu!

 

Sou o filho esquecido do mundo

Minha cor é vermelha de dor

O meu canto é bravo e forte

Mas é hino de paz e amor!

 

Sou guerreiro imortal derradeiro

Deste chão o senhor verdadeiro

Semente eu sou a primeira

Da pura alma brasileira!

 

Jamais se curvar, lutar e aprender

Escuta menino, Raoni ensinou

Liberdade é o nosso destino

Memória sagrada, razão de viver

Andar onde ninguém andou

Chegar aonde ninguém chegou

Lembrar a coragem e o amor dos irmãos

E outros heróis guardiões

Aventuras de fé e paixão

O sonho de integrar uma nação

 

Kararaô, Kararaô, o índio luta por sua terra

Da Imperatriz vem o seu grito de guerra!

Salve o verde do Xingu, a esperança

A semente do amanhã, herança

O clamor da natureza a nossa voz vai ecoar

Preservar!

Gostou da matéria? Espero que sim, deixe seu comentário, obrigado pela sua visita.

Autoria: Raquel Dimas.

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.